English Version Version en Español Mapa do Site Página Inicial
Villa-Lobos Museu Villa-Lobos Banco de Dados Contato Links Amigos do Museu
Música e Fala Biografia Cronologia Ilustrada


















De 1870 a 1900

De 1901 a 1910

De 1911 a 1920

De 1921 a 1930

De 1931 a 1940

De 1941 a 1950

De 1951 a 1959


De 1901 a 1910 Museu Villa-Lobos - Clique para retornar para a página inicial
Você está aqui: Página Incial » Villa-Lobos » Cronologia Ilustrada » De 1901 a 1910
Legenda - Textos na cor verde: informações relativas a Villa-Lobos | Textos na cor preta: fatos contextualizados entre 1870 e 1959

1902
O tcheco Fred Figner coloca à venda, em sua loja - a Casa Edson - à Rua do Ouvidor, centro do Rio de Janeiro, os primeiros gramofones e os primeiros discos gravados no Brasil e fabricados na Alemanha.

Alberto Nepomuceno assume a direção do Instituto Nacional de Música (atual Escola de Música da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro) e inicia forte campanha pelo canto em português, compondo, desde então, quase exclusivamente em língua nacional.

O paulista Rodrigues Alves é eleito presidente da República.

1903
Vai morar com a tia Fifina, para ter maior liberdade de contato com os chorões.

Em Ubá, estado de Minas Gerais, nasce Ary Barroso (1903-1964), compositor de canções que tanto sucesso fizeram e fazem no Brasil e no exterior, além de pianista, locutor esportivo e grande divulgador da música brasileira.

1904
Nasce Lamartine Babo (1904-1963), famoso compositor de marchinhas carnavalescas como "O Teu Cabelo Não Nega" - em parceria com os Irmãos Valença - e de hinos de times de futebol.

São inauguradas as obras para a abertura da Avenida Central - atual Avenida Rio Branco - que é transformada num típico bulevar francês. O projeto é parte do programa de remodelação urbana e de saneamento da capital da República, implementado pelo engenheiro Pereira Passos, prefeito da cidade do Rio de Janeiro nomeado pelo presidente da República, Rodrigues Alves, que lhe confere plenos poderes para a implementação das reformas de modernização da então capital do Brasil.

1905-1912
Viaja pelo interior do Brasil, conhecendo o país, o povo e seus hábitos, cantos e danças.

1905
Francisco Braga (1868-1945), compositor nascido no Rio de Janeiro, escreve, por encomenda do prefeito Pereira Passos, o "Hino à Bandeira", com versos do poeta Olavo Bilac.

Nasce, no estado do Pará, o compositor e pianista Waldemar Henrique (1905-1945), que vem a se destacar, sobretudo, como autor de canções baseadas no folclore amazonense.

1906
Vende os livros mais caros herdados de seu pai e parte para o Nordeste do Brasil, passando pelo Espírito Santo e chegando até os estados da Bahia e de Pernambuco. Além das capitais desses últimos, embrenha-se nos seus sertões, passando pequenas temporadas em engenhos e fazendas. Ouve e recolhe muitos temas e canções populares que, futuramente, vêm compor, em parte, o "Guia Prático - 1º Volume".

Em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, nasce o autor das "Brasilianas", o compositor, pianista, arranjador e regente Radamés Gnattali (1906-1988), que vê sua carreira dividida entre o universo clássico e o popular. Dirige a orquestra da Rádio Nacional do Rio de Janeiro em sua fase áurea.

Afonso Pena, natural de Minas Gerais, é eleito presidente da República.

Em Paris, Santos Dumont realiza, pela primeira vez em todo o mundo, o vôo público de um aeroplano, o 14-Bis.

1907
Morre Anacleto de Medeiros (1866-1907), chorão, instrumentista versátil e organizador da primeira Banda do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro. É autor da melodia "Yara", que recebe letra do maranhense Catullo da Paixão Cearense (1866-1946) e, com esta, passa a ser intitulada "Rasga o Coração". Essa canção é utilizada por Villa-Lobos em seu "Choros Nº 10".

Em Tietê, Estado de São Paulo, nasce o compositor Mozart Camargo Guarnieri (1907-1993), filho de pai italiano e mãe brasileira, que vem encontrar, em Mário de Andrade, um grande orientador. .

Nasce o compositor José Siqueira (1907-1985), em Conceição, estado da Paraíba. É considerado um dos organizadores da vida musical carioca, impondo à sociedade local da época uma consciência musical.

1908
Compõe os "Cânticos Sertanejos" para pequena orquestra, e a primeira das peças ("Mazurka-Choro") que formariam a "Suíte Popular Brasileira", concluída em 1923.

Matricula-se no Instituto Nacional de Música para tomar aulas com Frederico Nascimento e Agnello França, este último um dos poucos colegas a quem o compositor mostra suas obras.

1909
Nasce, em Portugal, a cantora, atriz e dançarina Carmen Miranda (1909-1955), que vem a ser a "pequena notável" para os brasileiros e "Brazilian bombshell" para os norte-americanos, e que, a partir da década de 1940, se torna, ao lado de Villa-Lobos, na área da cultura, uma das peças-chave da política de "boa vizinhança" criada pelos EUA.

Inauguração do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

O poeta Osório Duque Estrada escreve a letra do Hino Nacional tal como é cantada hoje. Francisco Manuel da Silva (1795-1865), autor da música escrita em 1831, não imaginava estar compondo o futuro hino oficial do Brasil.

1910
É contratado como violoncelista de uma companhia de operetas que se dissolve no Recife. Vai a Fortaleza, Belém, Amazonas e chega até a ilha de Barbados, onde começa a escrever as "Danças Características Africanas".

No bairro de Vila Isabel, cidade do Rio de Janeiro, nasce o compositor Noel Rosa (1910-1937). Deixa, apesar de seus breves 26 anos de vida, uma quantidade surpreendente de músicas e sucessos como "Feitiço da Vila", "Três apitos", "Com que Roupa" e "Palpite Infeliz".

Eleito presidente da República o marechal Hermes da Fonseca.

Inaugurada, no Rio de Janeiro, a Biblioteca Nacional - hoje Fundação Biblioteca Nacional - a maior da América Latina.

Voltar para o topo

Chorões
Chorões

Lamartine Babo
Lamartine Babo

Programa do Teatro Santa Celina, em Paranaguá - 1908
Programa do Teatro Santa Celina

Programa do Teatro Amazonas - 1911
Programa do Teatro Amazonas

Francisco Braga
Francisco Braga

Waldemar Henrique
Waldemar Henrique

Radamés Gnattali
Radamés Gnattali

Anacleto de Medeiros
Anacleto de Medeiros

Camargo Guarnieri
Camargo Guarnieri

José Siqueira
José Siqueira

Agnello França
Agnello França

Carmen Miranda
Carmen Miranda

Noel Rosa
Noel Rosa

© Copyright 2007 by Museu Villa-Lobos
E-mail: mvillalobos@museuvillalobos.org.br